Translate to your language

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Dia 03. Estradas secundárias


Segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015.
De Santo Antônio do Norte (Tapera)/MG a Itambé do Mato Dentro/MG (100 km).
Muita estrada de terra e bom tempo proporcionaram mais um dia de belíssimas paisagens ao longo do Caminho dos Diamantes da Estrada Real. Este é o relato de mais um dia na viagem de moto que realizei pelo Caminho dos Diamantes, na Estrada Real, durante o mês de fevereiro de 2015. Do asfalto das principais rodovias às trilhas no meio do mato, passando por grandes cidades e vilarejos no alto da serra, cruzando belas paisagens e refazendo o mesmo caminho percorrido por viajantes da época do Brasil-colônia... continue lendo para acompanhar a viagem.


Trajeto da viagem

Trajeto de Santo Antônio do Norte (Tapera)/MG a Itambé do Mato Dentro/MG.
Trajeto de Santo Antônio do Norte (Tapera)/MG a Itambé do Mato Dentro/MG.

Cada dia melhor 

Diferentemente de outras viagens que já realizei, dessa vez, o percurso era na sua maior parte por estradas de chão de terra. Normalmente, sou daquele tipo de motociclista que monta seus mapas de viagem tentando evitar estradas de terra e areia. Entretanto, dependendo da rota a ser seguida, nem sempre é possível evitar a passagem por esse tipo de terreno e, consequentemente, nos vemos obrigados a vencer tais obstáculos pelo caminho.

Assim, para quem não tinha muita prática em terrenos de chão de terra, confesso que a experiência estava sendo bastante gratificante e cada km percorrido era uma oportunidade para melhorar a pilotagem nessas condições. Já estava aprendendo e me dando conta que a pilotagem deve ser com bastante cuidado e que devemos ter muita sensibilidade e atenção para evitarmos nos metermos em situações perigosas. É certo que não tinha pretensão de me tornar piloto de rally, mas, de pouco em pouco a pilotagem ia melhorando.

Muito bem, às 8h30 parti de Santo Antônio do Norte (Tapera), porém, antes de deixar a cidade definitivamente, parei para registrar fotos das casas na principal rua do vilarejo, das poucas que ali existem.


Casas em Tapera/MG.
Casas em Tapera/MG.
Nesse momento também aproveitei para mudar a posição da câmera de vídeo a fim de gravar imagens de um ângulo diferente. Segui adiante.


Saindo de Santo Antônio do Norte/MG.
Saindo de Santo Antônio do Norte/MG.
A Estrada Real vista de um novo ângulo.
A Estrada Real vista de um novo ângulo.

Poucos km depois passei pelo distrito de Córregos/MG, pertencente a Conceição do Mato Dentro/MG. Foi fundado em 1702, mas, oficialmente criado tempos depois por uma lei provincial (Fonte: site da Prefeitura Municipal de Conceição do Mato Dentro).

Igreja no distrito de Córregos/MG.
Igreja no distrito de Córregos/MG.
O Distrito de Córregos/MG ficando para trás.
O Distrito de Córregos/MG ficando para trás.
O Distrito de Córregos/MG ficando para trás.
O Distrito de Córregos/MG ficando para trás.

Atrativos turísticos de Córregos:
  • Igreja Matriz - coordenadas GPS: -18.884530, -43.500966.


Em busca de mais um carimbo da Estrada Real

Mais à frente alcancei a rodovia MG-010 e cheguei na cidade de Conceição do Mato Dentro/MG. A entrada da cidade estava em reforma e se encontrava bastante suja.

Chegando em Conceição do Mato Dentro/MG.
Chegando em Conceição do Mato Dentro/MG.

Reformas em Conceição do Mato Dentro/MG
Reformas em Conceição do Mato Dentro/MG.
Ao parar para esperar que a passagem fosse liberada aproveitei para indagar a uma funcionaria da obra sobre a localização da pousada onde eu teria que carimbar meu passaporte da Estrada Real. Fui informado de que teria que retornar um pouco porque ela havia ficado para trás. Assim o fiz.


Entrada da pousada para pegar o carimbo do passaporte.
Entrada da pousada para pegar o carimbo do passaporte.

Uma lagoa na entrada da pousada.
Uma lagoa na entrada da pousada.

Uma caminhonete de cabine tripla.
Uma caminhonete de cabine tripla.
Enfim, continuei a atravessar a cidade de Conceição do Mato Dentro/MG e seguir o meu trajeto de viagem. Algumas ruas do centro da cidade estavam com barracas montadas por causa das festividades do carnaval. Também precisei procurar uma agência bancária para retirar um pouco de dinheiro.


Nossa!
Nossa!

Barraquinhas de carnaval.
Barraquinhas de carnaval.
Atrativos turísticos em Conceição do Mato Dentro/MG:
  • Lago das Ninfas - coordenadas GPS: -19.036629, -43.450385;
  • Parque Salão de Pedras - coordenadas GPS: -19.045896, -43.439608;
  • Poço Azul - coordenadas GPS: -19.047912, -43.450412;
  • Poço Piraquara - coordenadas GPS: -18.990478, -43.490015
  • Mirante da Serra da Ferrugem - coordenadas GPS: -19.048059, -43.449800;
  • Balneário piscinas de água quente - coordenadas GPS: -19.036660, -43.450723;
  • Colina da Paz - coordenadas GPS: -19.045877, -43.439559;
  • Cachoeira do Tabuleiro - coordenadas GPS: -19.088497, -43.550809;
  • Mirante da Cachoeira do Tabuleiro - coordenadas GPS: -19.078236, -43.551646;
  • Cachoeira Rabo de Cavalo - coordenadas GPS: -19.029066, -43.599218;
  • Cachoeira do Congonhas - coordenadas GPS: -19.064804, -43.568233;
  • Cachoeira Três Barras - coordenadas GPS: -19.099584, -43.487026;
  • Santuário de Bom Jesus de Matozinhos - coordenadas GPS: -19.031653, -43.423744;
  • Igreja Matriz - coordenadas GPS: -19.036307, -43.425778;
  • Cânion do Peixe Tolo - coordenadas GPS: -19.002878, -43.618207;
  • Pinturas rupestres - coordenadas GPS: -19.026928, -43.494471.
Outros pontos turísticos podem ser encontrados no site da Prefeitura Municipal de Conceição do Mato Dentro/MG.


De volta ao Off Road 

Pouco depois de deixar a cidade, vi sinalização indicando o ponto de desvio para Morro do Pilar/MG e Itambé do Mato Dentro/MG, cidades estas que estavam no itinerário do dia.

Sinalização para sair da estrada.
Sinalização para sair da estrada.
Devo confessar uma coisa: nesse momento veio-me à mente a lembrança de quando era mais novo e viajava com meus pais. Não vem ao caso e não importa o destino para onde íamos, mas, o que de fato quero dizer é que, nessas viagens, quando eu percebia a presença de estradas secundárias que seguiam floresta adentro a partir da via principal na qual estávamos envolvia-me um misto de medo e curiosidade.

Medo pelo desconhecido, de acreditar que se por algum motivo entrássemos por uma delas poderíamos nos perder e não mais conseguirmos voltar. Por outro lado, também tinha curiosidade de saber para onde iam, se haveria saída, se retornariam para a mesma estrada em outro ponto mais à frente ou já passado.

O tempo foi passando e com ele a chegada do conhecimento foi afastando o medo e dando lugar à segurança de saber que tais desvios levavam a algum lugar, a outras cidades, à casa de campo de algum fazendeiro ou de quem simplesmente queria passar algum tempo longe da civilização, a uma bela cachoeira, enfim, ao lar de alguém.

Entre idas e vindas, sempre pelas estradas principais, a rotina de ver passar essas vias secundárias e as ignorar fez a curiosidade forçosamente ceder lugar à indiferença sobre conhecer o que havia para dentro desses caminhos alternativos.

Contudo, ali, a partir daquele ponto onde eu estava, assim como nos dias anteriores dessa expedição, o rumo seria diferente. Nada mais de seguir direto pela estrada principal. A intenção era exatamente me desviar da rotina. Consequentemente, num piscar de olhos, ou melhor, das luzes de seta da minha motocicleta, lá estava eu, no acostamento, esperando a chance de cruzar a pista e lançar-me pelas entranhas da floresta.

Aguardando para cruzar a pista.
Aguardando para cruzar a pista.
Assim, já do outro lado, segui adiante e não olhei para trás, convencido a investigar o que havia além do que se podia ver a partir da estrada principal.


Mais estrada de terra.
Mais estrada de terra...
Não me arrependi. Vi belíssimos vales e montanhas, a mata fechada a tentar me abraçar e os túneis de vegetação me envolvendo, calmos e persistentes riachos a rolarem morro abaixo e, por vezes, até a aparição de um barbudo rústico a se intrometer na mira da câmera.


Bela paisagem.
Bela paisagem.
A mata está fechando o cerco.
A mata está fechando o cerco.
Mata fechada.
Mata fechada.
Um túnel de vegetação.
Um túnel de vegetação.
Parada para fotos.
Parada para fotos.
Um calmo riacho.
Um calmo riacho.
O conjunto da obra.
O conjunto da obra.
Totem da Estrada Real sinalizando o caminho.
Totem da Estrada Real sinalizando o caminho.
Um belo vale.
Um belo vale.
Parada para ver mais um riacho.
Parada para ver mais um riacho.
Eis outro riacho.
Eis outro riacho.

Um rápido intervalo antes de continuar 

Próximo das 11h30, cheguei ao município de Morro do Pilar/MG.


Chegando em Morro do Pilar/MG.
Chegando em Morro do Pilar/MG.

Igreja em Morro do Pilar/MG.
Igreja em Morro do Pilar/MG.
Como já estava com fome, então, passei a procurar um restaurante, ali pelo centro mesmo, e logo encontrei um a poucos metros da igreja.


Restaurante em Morro do Pilar/MG.
Restaurante em Morro do Pilar/MG.

Pontos turísticos de Morro do Pilar/MG:

  • Lageado (e cachoeira) - coordenadas GPS: -19.234854, -43.386539;
  • Cachoeira do Tombo - coordenadas GPS: -19.224487, -43.455949;
  • Cachoeira das Pedras - coordenadas GPS: -19.227997, -43.446175.
Continuando a viagem, por volta das 16h, cheguei em Itambé do Mato Dentro/MG. Alguns km antes cruzei com diversos motociclistas trilheiros em suas motos barulhentas e "kamikazes".


Riacho em Morro do Pilar/MG.
Riacho em Morro do Pilar/MG.

Bela fileira de árvores.
Bela fileira de árvores.

A vista do alto.
A vista do alto.

Parada para fotos.
Parada para fotos.

Pela Estrada Real.
Pela Estrada Real.

Mais um vale.
Mais um vale.

Do alto da serra.
Do alto da serra.

Um tal de subir e descer.
Um tal de subir e descer.

Muitas curvas pelo caminho.
Muitas curvas pelo caminho.

Trilheiros
Trilheiros
Procurei uma pousada para me hospedar e logo depois sai para tentar passar uma água na corrente da moto para limpá-la um pouco, mas, não consegui.


Pousada em Itambé do Mato Dentro/MG.
Pousada em Itambé do Mato Dentro/MG.

Enfim, encerrei o dia de viagem satisfeito com mais uma etapa cumprida na Estrada Real. 


Alguns pontos turísticos de Itambé do Mato Dentro/MG:
  • Cachoeira do Funil - coordenadas GPS: -19.375097, -43.308243;
  • Cachoeira da Serenata - coordenadas GPS: -19.367075, -43.275311;
  • Cachoeira Lapoa - coordenadas GPS: -19.367814, -43.275885;
  • Cachoeira do Moinho - coordenadas GPS: -19.368406, -43.276346;
  • Cânion da Serenata - coordenadas GPS: -19.367900, -43.272931;
  • Cachoeira da Vitória - coordenadas GPS: -19.424396, -43.346181;
  • Cachoeira do Lúcio - coordenadas GPS: -19.413917, -43.330335;
  • Cachoeira e Gruta das Crioulas - coordenadas GPS: -19.405293, -43.352305;
  • Igreja Nossa Senhora das Oliveiras - coordenadas GPS: -19.413435, -43.321550.

Hotel: R$50,00.


Dicas de viagem

  • O link a seguir contém arquivos de rota prontos para serem carregados em modelos de GPS Garmin. São arquivos de rota que criei baseando-me no roteiro original (sentido Diamantina / MG a Ouro Preto / MG). Seu GPS deverá ser de um modelo que tenha suporte a rotas, caso contrário, os arquivos abaixo não terão utilidade.




SOBRE O AUTOR

0 comentários:

Postar um comentário


ATENÇÃO! Comentários são sempre bem vindos por incentivarem o debate, a troca de informações e enriquecerem bastante o conteúdo do artigo. Contudo, justificadamente, foram estabelecidas normas na Política do Site que estipulam algumas restrições. Em resumo, poderão ser removidos:
  • se não tiverem relação com os assuntos abordados no artigo;
  • caso contenham links para divulgação não autorizada de blog ou site (comente com seu Nome/URL ou OpenID, nesse caso);
  • se possuírem propagandas de qualquer natureza - spam;
  • caso apresentem palavras grosseiras ou ofensas a quaisquer pessoas ou marcas;

Categorias